sexta-feira, 30 de novembro de 2012

População padece com seca e Dnocs libera água do Sertão para irrigação no RN. Vídeo



Quase seco, o açude do município de Cajazeiras pode deixar de abastecer a cidade de Sousa já nos próximos dias.
Água é transportada em cangaia de burro. Em muitos lugares as pessoas tem que percorrer até 5 quilômetros para conseguir água. (Foto: G1 Paraíba)
Várias cidades do Sertão da Paraíba entraram em colapso de água devido a longa estiagem na região. A série de reportagem do G1PB, sobre a seca mostra o sofrimento da população em busca de água.
O motorista do único carro Pipa da cidade de Conceição, Wandick Palitot revelou que a cobrança da população é grande. “Tem gente brigando por água”
A população chegou a cavar cacimbas com 10 metros de profundidade em busca da água, porém, pouco se consegue extrair dela delas.
Quadro
Dos 121 reservatórios de água monitorados pelo Estado, apenas um está com sua capacidade total, 90 deles estão acima dos 20%, 20 estão com capacidade abaixo dos 20% e 10 estão com 5% da capacidade máxima.
Contraste
O açude de Coremas, que é responsável pelo abastecimento de dezenas de cidades encontra-se muito abaixo da sua capacidade total. Várias ilhas começaram a se formar no meio do reservatório.
Apesar da situação crítica do reservatório, que está praticamente seco, uma das compotas fica aberta dia e noite despejando muita
água.
O chefe do Dnocs (Departamento Nacional de Obras Contra as Secas), Luiz Paulo explicou que a comporta está aberta para abastecer cidades do Rio Grande do Norte, para atender uma irrigação nas proximidades da cidade de Açu.
“Abrimos a água com sete metros de altura para atender essa demanda”. Disse Paulo
Açudes estão praticamente secos no Sertão da Paraíba. População pede ajuda das autoridades para amenizar o problema (Foto: G1 Paraíba)
Engenheiro Ávidos
Em Cajazeiras, o açude de Engenheiro Ávidos, o terceiro maior do Estado, está com apenas 19% de sua capacidade, comprometendo daqui a pouco o abastecimento de municípios como Sousa.
O racionamento de água já ocorre em 15 cidades paraibanas e outras 18 estão com risco de colapso no abastecimento.
Aesa
O gerente de açudes da Aesa (AESA - Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado da Paraíba), Islando Cândido afirmou que precisa de cautela nesse momento, quanto ao gerenciamento dos mananciais, em especial na região sertaneja.
Região de CZ
Na cidade de Triunfo, região de Cajazeiras, a população está há mais de um mês sem água nas torneiras. O açude da cidade está praticamente seco. O poço artesiano está sendo a “salvação”.
Transposição
As obras de transposição do Rio São Francisco, estão paralisadas em vários lotes por problemas com licitações.
O eixo Norte, com sede em São José de Piranhas, no Sertão do Estado, as construções dos cais estão parados, somente a escavação do túnel está em andamento.
As obras da transposição estão paradas e a comunidade clama ao Governo Federal que retome as pbras para sanar a seca da região. (G1 Paraíba)

Na tentativa de amenizar a angústia da escassez de água, os sertanejos rezam pela chuva. Uma missa a céu aberto realizada no sítio Tabuleiro, zona rural de Pedra Branca, foi proclamada pelo padre Djacy Brasileiro.
“Não queremos paliativos, queremos solução. Clamamos nessa missa pela ajuda de Deus e protestamos pela ajuda do Governo. É um cenário devastador de morte, não podemos mais ficar calados”, Disse o religioso.
  
Padre Djacir Brasileiro celebra missa ao ar livre e rezar a Deus para ter piedade da população Sertaneja (Fotos: G1 Paraíba)
Veja vídeo do G1PB 

Veja também:

DIÁRIO DO SERTÃO com fotos do G1PB
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Fernando Lúcio: E-mail: donainesonline@hotmail.com. Tecnologia do Blogger.