segunda-feira, 25 de março de 2013

CRÔNICA: VOTOS ENCOLEIRADOS

Como poderia em pleno século XXI, onde as oportunidades de trabalho são praticamente infinitas em muitos setores privados e públicos, tanta gente admitir o uso de coleiras, simplesmente para garantir um contrato de arrumadinho político ou uma molhadinha no contra cheque? Ações estas que muitas vezes são por tempo determinado. Quantas estratégias estão sendo adotadas por diversos políticos para aprisionar as pessoas ao voto fiel e quanto jogo sujo ocorre em tantos mandatos por aí.
Preocupo-me não apenas com o meu povo, mas também comigo mesmo,com a qualidade do serviço prestado,sem esquecer de que em muitas vezes termino pagando um preço caríssimo por gostar de falar a verdade: aquilo que vejo sem arranjos. Os encoleirados são muitas vezes pessoas que já têm vínculo empregatício, isto é, são efetivos que já tem uma carga horária puxada,mas não querem saber da boa qualidade do serviço,e sim do que vem a mais na conta bancária e que querem engordar o contra cheque ainda mais, não importando para ele se o outro irá sofrer com a sua “fraqueza” ou se a produção vai deixar a desejar.
Falo daqueles indivíduos corruptíveis efetivos ou não, e lamento muito, no tempo em que estamos onde a tecnologia e a ciência, a educação entre outros setores dizem estar se desenvolvendo significativamente, nos deparamos com um considerável número de pessoas tão fracas, a ponto de vender sua arma mais poderosa:o voto,deixando assim, adormecer em si o seu maior potencial que é o posicionamento sobre as coisas e comportamentos humanos, simplesmente por um trocadinho a mais e por tempo limitado.
Espero que no próximo século pessoas assim não existam mais porque se existirem estaremos fadados às chibatas, ao desprezo e às picuinhas de muitos políticos que almejam o poder a força. Preparemo-nos com a armadura da verdade e da ideologia de que o mundo foi feito para os fortes e para todos, os fracos (corruptíveis) deverão adotar meios para que aprendam conosco que o verdadeiro homem é aquele que não admite injustiça, corrupção e demais desmandos.
Lutemos para que a coleira no próximo século não seja permitida e que aqueles que são atraídos por pequenas coisas aprendam a viver em coletividade e também que aprendamos que  devemos proteger o outro e nosso meio.Um forte abraço de um cidadão preocupado com a política e com seu povo hoje e amanhã.Sucesso e uma boa escolha nas próximas eleições 
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Fernando Lúcio: E-mail: donainesonline@hotmail.com. Tecnologia do Blogger.