sexta-feira, 26 de abril de 2013

Dona Inês: ABRACE SUA FÉ






Abrace sua FÉ

Não existe outro Evangelho (Gl 1,6). Um só é o Senhor, um só é o batismo, uma só é a fé. Há um só Deus e Pai de todos, que está acima de todos, que age por meio de todos e está presente em todos (Ef 4,5-6).
O único Evangelho é Cristo. Abrace com alegria sua fé, pois “quem crê em Deus nunca está sozinho” (Papa Bento XVI).  Se lance sem reservas na aventura da fé, na alegria de crer. Confie! Deus realiza o impossível na vida das pessoas de fé; Ele não fica indiferente aos teus gestos de amor, de bondade e de sacrifícios pelas coisas do alto; pela obra do Reino. No tempo oportuno te cumulará de toda sorte e de toda benção. E, em dobro te retribuirá.
Você tem fé. Cada pessoa sente a fé de um jeito diferente. Fortaleça a sua! Desenvolva-a! Cultive-a! Dinamize-a! Viva bem o seu batismo!
No dia do seu batismo, do mesmo modo que o Menino Jesus foi apresentado por José e Maria no Templo (Lc 2,27), você foi apresentado a Deus por meio de seus pais e padrinhos.
Desde criança você não ganhou somente um nome, não foi só amamentado, ou só recebeu vacinas; não só lhe deram de vestir, ou de comer; não só lhe levaram para estudar, ou só lhe permitiram que brincasse; não! Foi dado a você, o maior presente de todos: de ser chamado filho de Deus, e de fato você é! (1Jo 3,1). Você se tornou herdeiro das bênçãos do céu.
Alegre-se! Sei que nesta sociedade de tantas igrejas, você é tentado a querer comparar uma igreja a outra. Faça isso, não! É loucura. Cada uma tem o seu jeito, é o que nos canta Pe. Zezinho:

“Tenho irmãos, tenho irmãs aos milhões, em outras religiões. Pensamos diferente, louvamos diferente, oramos diferente, falamos diferente, cantamos diferente, pregamos diferente. Mas numa coisa nós somos iguais, buscamos o mesmo Deus. Amamos o mesmo Pai, queremos o mesmo céu, choramos os mesmos ais. Buscamos o mesmo amor. Queremos a mesma luz, sofremos a mesma dor, levamos a mesma cruz. Um dia talvez quem sabe, um dia talvez quem sabe, descobriremos que somos iguais, irmão vai ouvir irmão e todos se abraçarão nos braços do mesmo Deus, nos ombros do mesmo Pai”.

Abrace sua fé! Você é católico. A sua Igreja vem desde as origens dos Discípulos quando Jesus disse: “Tu és Pedro e sobre essa pedra construirei ou [edificarei]? a minha Igreja (Mt 16,18).
Alegre-se, a sua Igreja preservou a Bíblia durante a história. A Bíblia não caiu do céu não, foi graças ao zelo da Igreja que permitiu que você leia a Bíblia hoje. Ela se tornou o depósito da fé. Louve a Deus por isso.
Ela tem 2000 mil anos e caminha entre as luzes e as sombras da história. Você é tão novo! E, quantas vezes já deixou de praticar o bem e praticou o que não alegra a Deus? Você não é membro de uma comunidade só de santos, só de justos e de perfeitos, mas de uma Igreja aberta ao amor e ao perdão de Deus. Igreja Santa e Pecadora. Precisamos de conversão todos os dias. O título de “salvo” não é presunção e vanglória humana, mas um dom de Deus feito a nós por Cristo Jesus na Cruz.
Abrace sua fé. Alimente-a com a Eucaristia, pois quandocelebramos a Eucaristia seguimos à risca a ordem do Mestre, que disse: “Fazei isso em memória de mim!”  (1Cor 11,25). “Vá à missa com frequência, ela consolida a fé pessoal através das Escrituras, do Credo, de outras orações, da música sagrada,  da homilia, recebendo a Comunhão, e fazendo parte de uma comunidade de fé. A participação da missa dominical não é uma obrigação; antes, é uma necessidade de nossa alma. Mais: é um privilégio!”.
Alegre-se, você tem amigos no céu que intercedem por você: os santos e as santas de Deus. Você tem uma mãe que te ensina a fazer em tudo a vontade do Filho Jesus. Ela te ensina em tudo louvar e bendizer o nome de Deus. Narra Pe. Joãozinho, que certa vez um pastor evangélico, disse que gostaria de rezar a Ave-Maria, mas, por ser evangélico, não conseguia. E ele perguntou por quê? O pastor respondeu que se sentia incomodado toda vez que lia o “Magnificat” em que a Santíssima Virgem proclama: “Todas as gerações me chamarão de bendita” (Lc 1,48)… E se questionava sobre o porquê de sua geração tão evangélica não fazer parte desta geração que proclama Bem-aventurada a Mãe do Salvador!
Abrace sua fé, não permita que o sal se torne insosso e que a luz fique escondida (Mt 5,13-16). Cristo é o único Evangelho.
Pe. Roberivaldo

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Fernando Lúcio: E-mail: donainesonline@hotmail.com. Tecnologia do Blogger.