quinta-feira, 20 de fevereiro de 2014

Ricardo participa das homenagens ao padre Ibiapina na cidade de Arara


O governador Ricardo Coutinho participou, nessa quarta-feira (19), ao lado do vice-governador Rômulo Gouveia, da celebração em homenagem aos 131 anos de morte do Padre Ibiapina. A celebração aconteceu no Santuário de Santa Fé, localizado entre os municípios de Arara e Solânea. Mesmo sob forte chuva, milhares de fiéis participaram da missa campal, que foi presidida pelo bispo da diocese de Guarabira, Dom Lucena.
Para o governador Ricardo Coutinho, a homenagem dos fiéis do padre Ibiapina, que ficou conhecido por Apóstolo do Nordeste, é a mais sublime demonstração da fé do povo paraibano, que, mesmo debaixo de chuva, compareceu ao santuário para agradecer pelas bênçãos recebidas e, ao mesmo tempo, renovar as esperanças de um mundo melhor e, sobretudo, mais justo, para os filhos e filhas do povo paraibano. Ricardo ressaltou ainda o trabalho missionário e dedicação que o padre Ibiapina tinha com os mais humildes.
O vice-governador Rômulo Gouveia também ressaltou a importância do padre Ibiapina em prol dos menos favorecidos. “O padre Ibiapina teve um trabalho muito significativo, ajudando muitas pessoas carentes. Para nós, é um momento de homenagear a este que tanto fez pelo nosso povo e, ao mesmo tempo, de prestigiar o Brejo paraibano neste ato tão bonito de fé”, ressaltou Rômulo Gouveia.
História de Padre Ibiapina –José Antônio Maria Ibiapina, padre católico e missionário brasileiro nascido na Vila de Sobral, hoje histórica cidade do Ceará, foi ordenado aos 47 anos e iniciou uma obra missionária, visitando várias regiões do Nordeste, erguendo casas de caridade, igrejas, açudes e outras obras em cidades do interior.
Optou pela vida missionária e iniciou peregrinação pelo sertão nordestino, praticando obras filantrópicas e socorrendo os mais necessitados. Peregrinou por Pernambuco, Ceará, Rio Grande do Norte, Piauí e Paraíba, criando uma legião de seguidores. Com o tempo, adquiriu fama de profeta e milagreiro e hoje é venerado como santo, especialmente pelo interiorparaibano, onde foi mais atuante. Morreu aos 76 anos, no distrito de Santa Fé, deixando uma marca religiosa e social voltada ao povo mais humilde.
REdação
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Fernando Lúcio: E-mail: donainesonline@hotmail.com. Tecnologia do Blogger.