sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

Policia Civil prende homem acusado de cometer assassinato em Bananeiras; preso nega acusação


Bruno acusado do crime
Um homem de 27 anos foi preso nessa quinta-feira (20) pela polícia acusado de cometer um homicídio no município de Bananeiras. Morador de Solânea, Bruno de Melo, está sendo acusado de matar Sebastião Anulino de Andrade, vulgo Cara Seca, na noite do último dia 8, no Conjunto Major Augusto Bezerra. O acusado nega que tenha cometido o crime.
Entretanto, logo após o homicídio a polícia iniciou as investigações sobre o caso a partir da informação de que a vítima estava bebendo em uma bar no conjunto Augusto Bezerra, quando houve um bate boca com um dos presentes conhecido por Adalberto. Na ocasião, Adalberto e Cara Seca teriam se agredido fisicamente.
Após o fato, segundo as investigações da polícia, Cara Seca teria ido para sua casa que fica cerca de 500 metros de distância do local onde a briga foi iniciada. Ao chegar em frente a residência, Cara Seca teria sido surpreendido por dois tiros. Conforme as informações, ele ainda teria tentado correr, mas acabou caindo na área de sua casa.
No dia do ocorrido, Adalberto chegou a ser conduzido a delegacia, mas como havia permanecido no bar após a discussão a polícia passou a trabalhar com outras hipóteses, chegando a informação de que Bruno estaria na companhia da vítima no momento do fato.
Bruno era considerado amigo de Cara Seca, mas a polícia colheu informações de que o acusado era suspeito de ter roubado da casa da vítima uma quantia de R$ 4.000. A partir do roubo, Cara Seca, mesmo sem prestar queixa, teria passado a fazer ameaças afirmando que quando descobrisse o autor do roubo iria se vingar.
Delegado Diógenes Fernandes
De suspeito a acusado – Bruno deixou de ser suspeito do crime de assassinato e passou a ser acusado quando a polícia encontrou duas cápsulas de pistola ‘bereta’ no local do homicídio. As cápsulas são as mesmas da arma que o acusado estaria oferecendo para ser vendida, segundo informações obtidas durante as investigações.
A partir da nova descoberta o delegado Diógenes Fernandes solicitou a prisão preventiva de Bruno que foi concedida imediatamente pela justiça.
Com a prisão de Bruno houve também a apreensão de uma criança de 12 anos que estaria na companhia dele na noite do crime. O menino, segundo a polícia, confessou que Bruno havia matado Sebastião (Cara Seca) e ainda teria relatado detalhes de como ocorreu o crime.
Ainda de acordo com informações da polícia, Bruno também seria traficante de drogas na região tendo como suposto cliente o próprio Adalberto, envolvida na briga com Cara Seca.
O delegado Diógenes Fernandes considera o caso elucidado e agora vai investigar a participação de Bruno em outros crimes, como roubo e tráfico na região.
Bruno se encontra na delegacia de Solânea e será encaminhado ao presídio de Bananeiras onde ficará a disposição da justiça.
Redação/Focando a Notícia
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Fernando Lúcio: E-mail: donainesonline@hotmail.com. Tecnologia do Blogger.