sexta-feira, 10 de maio de 2013

Lançado o livro "João Pedro Teixeira"






NO LANÇAMENTO DO LIVRO SOBRE A VIDA DE JOÃO PEDRO TEIXEIRA(Texto extraído do al-pb.jusbrasil..com.br)
A Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) promoveu uma sessão especial, nesta quinta-feira (9), para homenagear João Pedro Teixeira com o lançamento do livro intitulado "João Pedro Teixeira: um mártir do latifúndio", de autoria do jornalista Nonato Nunes. O livro tem a finalidade de redimensionar o papel do líder camponês dentro do movimento que liderou a partir dos anos 50, conhecido como as ligas camponesas.
A obra repercute ainda a memória do movimento que sacudiu os canaviais de Pernambuco e, em especial, a Paraíba. As ligas camponesas foi um movimento que surgiu da lutas entre trabalhadores e senhores rurais devido as injustiças nas relações de trabalho. Na Paraíba, João Pedro Teixeira foi vice-presidente de 14 ligas camponesas e sua batalha começou na cidade de Sapé.
A sessão especial na ALPB teve início com a exibição do filme Cabra marcado para morrer , que conta a história de João Pedro e sua viúva Elisabeth Teixeira, que estava presente no evento.
O deputado Frei Anastácio (PT), autor da propositura, parabenizou o autor da obra e destacou a que a vida do personagem do livro permanece na essência da luta pela terra. "Parabéns ao jornalista por lançar este belo livro. João Pedro deu vida pelo avanço na perspectiva da dignidade, da cidadania e da justiça social".
Em seu discurso, Frei Anastácio explanou sua admiração pela história contada na obra. "Este livro é peça importante do acervo e memória de um dos mais importantes mártires da nossa história. João Pedro se reencontra em cada terra plantada", disse o parlamentar.
Para o autor Nonato Nunes, o líder foi, na verdade, o grande nome do movimento camponês na Paraíba. "Foi sua luta quase que solitária, que conscientizou a todos", ressaltou Nonato, que agradeceu ao Poder Legislativo pelo lançamento do livro. "É uma oportunidade especial para homenagear este homem e toda a sua família. Por isso, agradeço aos parlamentares e a todos pelo estimulo para que eu escrevesse essas singelas palavras".
Estavam presentes compondo a mesa, além do deputado Frei Anastácio e o autor Nonato Nunes, a viúva de Pedro Teixeira, Elisabeth Teixeira, o representante do Governo do Estado, Waldir Porfírio, o diretor da UEPB de Guarabira, Belarmino Mariano, o ex-deputado Assis Lemos e o antropólogo Carlos Azevedo.
Líder - João Pedro Teixeira era presbiteriano e líder de uma das maiores ligas da Paraíba, com mais de 10.000 associados. Foi assassinado em 1962 por organizar os trabalhadores para defender melhores condições de trabalho, lutar pela Reforma Agrária e a justiça no campo.
"Foi alguém que entregou a vida pela convicção de que lutar pelos direitos dos trabalhadores e pela Reforma Agrária era cumprir sua vocação cristã e evangélica sem se acovardar", define sua esposa Elisabeth Teixeira.
Autor: Alexandre Kito
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Fernando Lúcio: E-mail: donainesonline@hotmail.com. Tecnologia do Blogger.