sexta-feira, 29 de novembro de 2013

Exposição interativa no Parque do Povo atrai olhares sobre riquezas da caatinga

Evento é coordenado pela Associação Caatinga e tem apoio da Anid
Exiba caatinga2.jpg na apresentação de slidesExiba caatinga0.jpg na apresentação de slides
De longe, parece um daqueles conhecidos pula-pulas infláveis que agradam as crianças. Mas a interatividade da estrutura montada na Pirâmide do Parque do Povo também encanta todas as idades. Trata-se de uma exposição interativa com o propósito de mostrar as riquezas da caatinga, sob um olhar criativo e diferenciado.

Ao entrar na exposição, o visitante se depara com informações do chão ao teto. Em cada uma delas, ele é convidado a interagir, seja apertando botões, girando manivelas e puxando alavancas, de modo a compreender as belezas ambientais desta região.

A partir desta relação entre o visitante e os mecanismos, é possível conhecer os pássaros e seus cantos, informações sobre energias renováveis, paisagens da caatinga nos períodos de inverno e seca e até conhecer as estratégias de defesas do tatu-bola, um dos principais personagens desta exposição.

“O ilustre paraibano Ariano Suassuna disse que não adianta querer combater a seca, mas conviver com ela. Querer combater a seca no Nordeste é como querer combater a neve na Sibéria”, disse Sandino Moreira Silva, coordenador da exposição. Segundo ele, a exposição foi a junção de dois projetos da Associação Caatinga, o projeto “Caatinga, um novo olhar” e o projeto “No Clima da Caatinga”.

“Juntamos os dois projetos e fizemos uma exposição pedagógica e didática sobre as defesas do bioma. E produzimos essa ferramenta itinerante, que pode ir pra qualquer parte do Brasil, no intuito de mostrar os cuidados que temos que ter com a caatinga e o valor que ela tem”, completou.

O evento tem o apoio da Associação Nacional para Inclusão Digital (Anid), cujo presidente, Percival Henriques, acompanhou de perto a abertura. “Não dá pra imaginar que a telinha do celular possa ser a única mídia. Estamos falando de novas maneiras de interagir com as pessoas. Queremos que a sociedade da informação se transforme em sociedade do conhecimento, e esta só existe se as pessoas produzirem conteúdo que reflita as necessidades das pessoas no seu ambiente”, disse.

A exposição fica aberta a visitação no Parque do Povo das 8h às 17h30, até o próximo domingo, dia 1, quando segue para João Pessoa, participando da Conferência Internacional Brasil-Canadá 3.0 nos dias 4, 5 e 6 de dezembro. Em seguida, será levada a Cajazeiras, disponível a partir do dia 10.

Na inauguração, em Campina Grande, recebeu a visita de estudantes, policiais militares, turistas e presidentes de associações locais.

Ascom Anid
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Fernando Lúcio: E-mail: donainesonline@hotmail.com. Tecnologia do Blogger.