domingo, 23 de fevereiro de 2014

Museu de Arte Popular da Paraíba (MAPP) será aberto ao público no dia 5 de junho




pand4Em reunião técnica realizada na manhã desta quarta-feira (19), a Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) definiu a data de início das atividades do Museu de Arte Popular da Paraíba (MAPP), conhecido como Museu dos Três Pandeiros. O MAPP será aberto ao público a partir do dia 5 de junho. A obra foi projetada pelo gênio da arquitetura mundial, Oscar Niemeyer, e entregue finalizada em dezembro de 2012, mas o museu precisou concluir seu projeto museológico e promover uma readaptação para ganhar novos elementos culturais e entrar definitivamente em funcionamento.
pand3Participaram da reunião representantes das pró-reitorias de Extensão, Gestão Administrativa e Cultura, respectivamente, professores José Pereira, Célia Regina Diniz e Chico Pereira; além do procurador geral da UEPB, Ebenezer Pernambucano de Limoeiro; o coordenador de Comunicação, Hipólito Lucena; o diretor do MAPP, Fernando Moura; o diretor do Museu Assis Chateaubriand, Ângelo Rafael; o historiador Raul Córdula; os engenheiros da Pró-Reitoria de Infraestrutura e representantes das empresas HBC Moura e AP Engenharia.
Um treinamento com a equipe de manutenção do museu será realizado no dia 17 de março. Os representantes da AP Engenheria e HBU Moura garantiram que até o dia 30 de março todos os ajustes da obra e do mobiliário serão entregues. O pró-reitor de Cultura, professor Chico Pereira, relatou que o prédio está totalmente pronto, com ajustes inclusive nas rampas que tiveram os parapeitos refeitos sem ônus para a UEPB.
pand2O espaço foi readaptado para receber os novos elementos culturais, que contemplam música, dança, artesanato e culinária da região nordestina. “Existe um compromisso dos segmentos envolvidos para que no dia 5 de junho, data escolhida pelo reitor Rangel Junior, o museu seja inaugurado”, afirmou Chico Pereira. Segundo ele, o acervo do MAPP está guardado no Museu Assis Chateaubriand (MAC), no Centro de Cultura e Artes e na Biblioteca Átila Almeida, no Câmpus de Bodocongó. “Temos um prédio, um acervo, um projeto museológico e só falta agora os acabamentos finais para fazermos a inauguração”, observou o pró-reitor.

De acordo com Chico Pereira, o acervo do MAPP é muito rico e voltado para o resgate das tradições populares, dando espaço, inclusive, a uma homenagem a Jackson do Pandeiro. Terá ainda uma parte dedicada ao cordel, com seus repentistas e poetas populares, e outra dedicada ao artesanato paraibano.
AScom UEPB
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Fernando Lúcio: E-mail: donainesonline@hotmail.com. Tecnologia do Blogger.