segunda-feira, 3 de março de 2014

Igreja Mundial tem bens retidos e contas bloqueadas pela Justiça


Fundada em 1998 pelo apóstolo Valdemiro Santiago, a Igreja Mundial do Poder de Deus tem cerca de sete mil templos espalhados pelo mundo e possui mais de 2.500 funcionários. Mas segundo a revista ISTOÉ desta semana, a igreja está passando por sua maior crise financeira.
Desde outubro do ano passado vem sendo divulgado que Valdemiro enfrenta problemas na Justiça por falta de pagamento de aluguéis de diversos templos da Mundial. Na época, a revista afirmou que a igreja enfrenta uma crise financeira causada por “Quadrilhas de pastores ladrões, dívidas milionárias com as tevês, administração amadora e investimentos equivocados na construção de grandiosos templos”.
apostolo-valdemiro-santiago1Foram meses de negociações e desmentidos na relação com o grupo Bandeirantes, que alugava horários no Canal 21 e as madrugadas da Band. Por falta de pagamento, a Igreja Mundial do Poder de Deus perdeu para a Universal esses horários.
Alegando quebra de contrato, os advogados de Valdemiro entraram na justiça pedindo R$ 200 milhões de indenização do Grupo Bandeirantes. 
No início de 2014, foi a vez de a Rede Bandeirantes acionar a Mundial, exigindo judicialmente o pagamento da dívida de R$ 10.156.259,57. Após um mês e meio, saiu o veredito e a Igreja teve seus bens retidos. Entre os dias 20 e 22 de fevereiro, segundo ordem da 26ª Vara Cível do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, seis contas da igreja foram investigadas, sendo bloqueados R$ 2.133.103,80 de duas delas.
A Mundial alugava desde 2010 espaço da Bandeirantes. No último contrato, ficou acertado o pagamento por parte da igreja de R$ 3 milhões mensais pelo uso do espaço nas madrugadas. Contudo, ainda deve as parcelas de setembro e outubro de 2013 e de parte das de agosto e novembro do mesmo ano.
Segundo a ISTOÉ, desde 2011 havia problemas, incluindo mais de dez notificações judiciais. “A igreja atrasava o pagamento, renegociava e pagava com cheques parcelados. E vários cheques voltaram sem fundos, com valores que variavam de R$ 100 mil a R$ 1,5 milhão”.
O juiz da Vara Cívil, ordenou a apreensão de veículos da igreja. A Mundial apresentou como forma de pagamento um terreno de 6.000 m2, em Goiânia (GO), avaliado em R$ 15 milhões. Contudo, a Bandeirantes recusou. O total do processo da emissora de TV contra a igreja, é cerca de R$ 100 milhões incluindo parcelas atrasadas, reembolso de despesas, multa e juros.
A ISTOÉ apontou ainda que existem 378 protestos contra a IMPD no Serasa, totalizando uma dívida de R$ 9.478.900, além de 195 pendências financeiras, totalizando R$ 127.109, a ainda 20 cheques sem fundos, que somam R$ 14.590.923. Outros 13 cheques foram sustados nos últimos seis meses.
Oficialmente, a direção da Mundial afirma que não se manifestará enquanto o processo estiver em andamento. 


Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Fernando Lúcio: E-mail: donainesonline@hotmail.com. Tecnologia do Blogger.