sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

Espírito Santo tem 27 mortos e mais de 61 mil fora de casa por causa da chuva

A Defesa Civil do Espírito Santo informou nesta quinta-feira (26) que subiu para 27 o número de mortes provocadas pela chuva no Estado desde a semana passada.
Oito mortes foram confirmadas hoje: as de cinco pessoas soterradas em Baixo Guandu; as de duas crianças, também vítimas de soterramento no bairro São Marcos, em Colatina; e a de um homem de 47 anos, vítima de afogamento em Barra de São Francisco.
Ontem, a Defesa Civil informou que a quantidade de mortes havia chegado a 21. No entanto, corrigiu o cálculo após verificar a duplicidade de casos.
Com os casos e as correções de hoje, Baixo Guandu passa a ser o município com mais mortes (9), seguido por Colatina (8) e Itaguaçu (6). Duas pessoas morreram em Barra de São Francisco, uma em Domingos Martins e outra em Nova Venécia.
De acordo com o boletim da Defesa Civil divulgado na tarde de hoje, a chuva já causou estragos em dois terços dos municípios do Estado. Das 78 cidades capixabas, 52 foram afetadas.
Subiu de 48.601 para 61.379 o número de pessoas que estão fora de casa no Estado, entre desabrigadas e desalojadas.
Desse total, 5.689 foram levadas para abrigos e 55.690 estão desalojadas (foram para casas de parentes e amigos).
As medições do Incaper (Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural) apontam que este é o mês de dezembro mais chuvoso da história no Espírito Santo. O governador Renato Casagrande (PSB) afirmou que o Estado foi o lugar no mundo em que mais choveu nas últimas horas.

DOAÇÕES

Interessados em ajudar as vítimas podem fazer depósitos em nome do Corpo de Bombeiros Militar do Espírito Santo em três contas bancárias:

Banco do Brasil
Agência 3665-x
Conta corrente: 150.000 ? 7

Caixa Econômica Federal
Agência 0167-8
Operação 06
Conta corrente: 10.004

Banestes
Agência 0271
Conta corrente: 23.765.589

Doações de cestas básicas e de água mineral para as vítimas podem ser enviadas aos seguintes locais:

1º Batalhão da Polícia Militar: Av. Maruipe, 2115, Vitoria, tel.: (27) 3636-7306

2º Batalhão da Polícia Militar: Av. Guanabara, 40, Nova Venécia, tel.: (27) 3752-4200

4º Batalhão da Polícia Militar: Av. Nossa Senhora da Penha, 118, Vila Velha, tel.: (27) 3636-0400

11º Batalhão da Polícia Militar: Rua Vereador Antonio Roas Ruebra, 293, Barra de São Francisco. Tel.: (27) 3756-8400

12º Batalhão da Polícia Militar: Rua Washington Luiz, 599 ? Linhares, Tel.: (27) 3372-7853

Escola Honório Fraga: Rua Nossa Senhora Aparecida, 204, Colatina, Tel.: (27) 3722-3247

Estradas

Cerca de 20 mil quilômetros de estradas foram danificados pela chuva no Estado, o que dificulta o envio de ajuda humanitária. Ao menos nove estradas estão totalmente interditadas, das quais oito são estaduais. Em alguns casos houve rompimento de pista.
A rodovia federal BR-259, que liga o Espírito Santo a Minas Gerais, está interditada no km 79, em Colatina. A pista cedeu no local.
Na estadual ES-010, a pista sofreu erosão e está interditada no trecho entre Jacaraípe e Nova Almeida, no município da Serra. Na mesma estrada, um alagamento impede o tráfego entre as localidades de Vila do Riacho e Regência.
Na ES-080, inundações bloqueiam a estrada no trecho entre Cariacica e Santa Leopoldina. Um deslizamento obstrui a ES-261, entre Laranja da Terra e Itarana.
Na ES-341, a pista está rompida no trecho entre Pancas e o distrito de Ângelo Frechiani. Também houve rompimento de pista na ES-381, no trecho entre Nova Venécia e Guararema, e na ES-060, em Marataízes.
A ES-358 tem o tráfego bloqueado entre Pontal do Ipiranga e Linhares em razão de pontos de alagamento. O mesmo acontece na ES-248, entre Linhares e o distrito de Povoação.

Verbas e remédios

Medida provisória publicada pelo nesta quinta acelera a liberação de verbas do governo federal para Estados e municípios em casos de desastres naturais.
O ministro da Saúde, Alexandre Padilha, anunciou hoje o envio de mais remédios para o atendimento às vítimas das enchentes no Espírito Santo. "Estamos enviando mais duas toneladas de medicamentos para atender a 15 mil pessoas".
Ele também prometeu o envio de equipes de resgate e da Força Nacional do SUS e afirmou que estuda a transferência de profissionais do programa Mais Médicos de outros Estados para o Espírito Santo.

Fonte: UOL
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Fernando Lúcio: E-mail: donainesonline@hotmail.com. Tecnologia do Blogger.